Jovem Cidadão

Justificativa

Uma sociedade justa se faz entre outras coisas, com a participação consciente de todos. Por isso, é fundamental que o jovem tenha uma compreensão correta da realidade circundante sob pena de, ao não compreender a realidade que o cerca, ser visto como um alienado, alguém incapaz de construir um mundo melhor. Enquanto escola que se preocupa com a formação completa do educando, a Escola Virgem de Lourdes não poderia deixar passar um momento rico como é o de uma eleição para capitalizá-lo pedagogicamente exercitando a cidadania.

Etapas do Projeto

Primeira etapa:

Reunir os professores de Ciências Humanas para que os mesmos colaborem na elaboração de um projeto capaz de envolver a comunidade estudantil do Ensino Médio das Lourdinas, fazendo com que o alunado tenha uma visão crítico/construtiva da política, e perceba-se como parte fundamental no processo de construção de uma sociedade mais justa e fraterna.

Segunda etapa:

Nas aulas de Atualidades, Sociologia e Filosofia o tema Política será abordado de forma abrangente:
• Conceito de política.
• Conceito de ética e moral.
• Conceito de democracia.
• Conceito de cidadania.

A diferença entre política e politicagem.
• Importância da participação consciente e transformadora.
• A divisão dos Poderes e a função de cada poder de acordo com a Constituição.
• Breve histórico dos poderes Legislativo e Executivo no município de Campina Grande
• Visitas em grupo à Câmara de Vereadores para presenciar uma sessão daquele órgão.

Terceira etapa:

• Formar pequenos grupos de alunos para que os mesmos consigam junto aos comitês dos candidatos a prefeito, governador e presidente a carta programa dos mesmos para montar um painel comparativo das propostas dos mesmos.

Quarta etapa:

• Convidar os candidatos para serem sabatinados pelos alunos do Ensino Médio.
• Montar um questionário com perguntas iguais para todos. Essa medida seria tomada para evitar que os candidatos menos conhecidos não sejam igualmente prestigiados em relação aos candidatos mais conhecidos.
• Abrir um espaço para perguntas livres por parte dos alunos.

Quinta etapa:

• Tentar conseguir junto à Justiça Eleitoral uma relação dos candidatos e, com isso, fazer uma eleição simulada para averiguar o nível de maturidade do alunado envolvido. O resultado da eleição simulada é mantido em sigilo até a divulgação do resultado oficial para uma posterior comparação.